Nº 41


"Tears are the silent language of grief."
Voltaire

2 comments:

  1. São uma linguagem, concordo. Silenciosas, nem sempre. Há vezes em que se atropelam em cascata, nos sacodem os ombros e irrompem em soluços e grunhidos ruidosos. Mas são sempre libertadoras.

    ResponderEliminar
  2. De facto concordo com a tua perspetiva, Briseis! Mas a dor é silenciosa, talvez seja uma das interpretações da citação. De qualquer forma, são sim -sempre!, libertadoras.
    Obrigada.

    ResponderEliminar

Observe. Write.